Vento Renovado

Matérias Bíblicas e de Auto-ajuda

quarta-feira, dezembro 28, 2005

CONQUISTAR SEMPRE, RETROCEDER JAMAIS


CONQUISTAR SEMPRE, RETROCEDER JAMAIS!

Juízes: 4-4 a 16. Ressaltando os versículos 8 e 9.
“Então, lhe disse Baraque: Se fores comigo, irei; porém, se não fores comigo, não irei. Ela respondeu: Certamente, irei contigo, porém não será tua a honra da investida que empreendes; pois às mãos de uma mulher o Senhor entregará a Sísera. E saiu Débora e se foi com Baraque para Quedes”.

No tempo em que vivemos se fala muito em mudança de atitudes e linguagem, ouvimos esses discursos nos púlpitos, nos grandes palcos, em universidades, em palestras com renomados psicólogos e por que não dizer, no meio dos discursos populares. Nós constantemente falamos e escutamos essas palavras, só que muitas vezes fica só nos discursos, práticas momentâneas e se perdem em pouco tempo. Mas Deus nos deu de presente a Visão celular no modelo dos doze, e através dessa visão, restaurou a integridade da mulher, veio nos colocar de volta aos púlpitos com ousadia, levantou a nossa liderança, somos líderes de excelência; veio também restaurar o crédito profético, mas é claro, que para assumirmos todas essas posições em que Deus tem nos colocado, não precisamos abrir mão do nosso lugar nas nossas casas, é preciso manter a posição de mulheres sábias em nossos lares, e fazer da nossa casa sede do avivamento.
Vemos algumas mulheres na Bíblia que tiveram mudanças de atitudes e de linguagem, que contribuíram e muito pra melhorar o tempo e o mundo em que viveram, dentre essas queremos estudar a respeito de Débora.

Quem foi Débora?

Débora em hebraico significa abelha do mel, liderou Israel por 40 anos, e foi chamada mãe dessa nação. Era uma dona de casa quando foi escolhida para servir á sua nação. Por não pertencer a uma linhagem aristocrática, ela é identificada simplesmente como a “mulher de Lapidote”.
Sua visão de mundo não era moldada pela situação política da sua época, mas por seu relacionamento com Deus. Embora as mulheres do mundo antigo geralmente não se tornassem líderes políticas, Débora foi justamente à líder de que Israel precisava, uma profetisa que ouvia a Deus e que cria nele, cuja coragem estimulava o povo, capacitando-o a libertar-se da opressão estrangeira.
Débora sofria, pois seu povo caíra em desespero por causa da idolatria, esquecendo-se das promessas de Deus e da fé que seus antepassados possuíam, mas através da sua fé em Deus e de suas mudanças de atitudes e linguagem, Deus reverteu à força do inimigo em sua liderança dando poder aos fracos e abençoando a terra com paz durante 40 anos.
Conhecemos um pouquinho da vida de Débora e o que ela representou para sua sociedade, e você o que tem feito?

Você quer ser uma líder de excelência?

Características de uma líder de excelência:


Ser influenciadora de vidas.
Você já parou pra pensar que em tudo que vamos fazer, a primeira coisa que está em jogo são nossas atitudes? Como tem sido as suas atitudes?
Influenciar vidas é uma atitude nobre.

Mas há dois aspectos no quesito influenciar:

Influenciar para o bem;
Influenciar para o mal.
Deus nos levantou para influenciarmos positivamente vidas.
Na história Deus levantou Débora como profetisa em Israel, versículo 4, ela julgava e atendia o povo debaixo de uma palmeira, entre Ramá e Betel.
Aqui vemos uma das atitudes de Débora sobrenatural. Ela não tinha um lugar luxuoso ou bem confortável, era debaixo de uma palmeira.
Ás vezes estamos esperando que Deus nos de gabinetes, templos, salas luxuosas e completamente confortáveis para fazermos aquilo que Ele quer que façamos, esquecendo que, não necessariamente, Ele olha para aparências, Deus quer ver as nossas atitudes, e quem quer faz, não espera acontecer. Não se precisa ter um lugar específico para se influenciar vidas.
Débora influenciou uma nação, um importante líder, debaixo de uma palmeira.
Você tem influenciado pessoas, ou tem deixado se influenciar?
A primeira coisa que muitas vezes as pessoas nos fala é, que não podemos e não vamos conseguir, e a maioria das pessoas abaixa suas cabeças e se deixam impressionar por essas palavras cruéis e de morte, mas hoje o Senhor te trás um decreto de vida, e nos diz que podemos e vamos conseguir, porque Ele nos fortalece.
Precisamos trazer a influencia de Deus para nossa casa, nossa sociedade, nosso mundo; ser guerreira valente, ter espírito de ousadia.
RECEBA A OUSADIA DO SENHOR!

Dominar – Jz 5:13 (Gn 1:28)
A ordem de Deus em Gênesis era dominar, isso o homem e a mulher perderam quanto pecou, mas em Cristo Jesus temos novamente a ordem, pois ele nos restituiu, e nos devolveu a Deus, por isso a segunda característica da líder de excelência, é dominar.
Débora dominou, Jz 5:13 nos diz isso ” Então, desceu o restante dos nobres, o povo do Senhor em meu auxílio contra os poderosos”.
Dominar não quer dizer que você só vai dar ordens, ou vai estar acima de tudo e de todos, mas, é influenciar com êxito, é dizer e fazer o que Deus manda, independente de quem quer que seja, é não ter medo de ser ousada, é sempre conquistar sabendo que quem está à minha frente é nada mais, nada menos que, O Reis dos Reis, o Senhor dos Senhores, o Deus de toda provisão e de toda vitória, ALELUIA! E é Ele quem nos capacita.
Débora confiou que Deus daria vitória ao seu povo, teve ousadia em transmitir o recado do Senhor a Baraque, que por fim, este disse que iria enfrentar o exército inimigo se Débora fosse com ele, e Débora não teve medo em dizer a ele que o Senhor entregaria Sísera, nas mãos de uma mulher, versículo 9.
Quem tem sido o seu Sísera?
O Senhor manda te dizer: Você já é ousada, levanta-te, seja o que for, o Senhor já te deu a vitória. DOMINE.

Ser visionária.
Ter amor por seu alvo.
Qual é o seu alvo? O alvo de Débora era que o seu povo fosse vencedor, pra isso ela não só influenciou, como dominou e também traçou estratégia, versículos 6, 7, 14 do capítulo 4, e Deus entrou com o sobrenatural, mandando uma chuva, Jz 5: 4, fazendo assim lama no leito do rio, ribeiro Quisom, atolando todos os carros do exército inimigo, ficando presa fácil para que o exército de Débora e seu ajudante, Baraque vencessem aquela batalha, libertando assim o povo da idolatria e restaurando sua dignidade como escolhidos de Deus.
É interessante notar, quando Débora refere-se a ela, ela quer ser chamada de “mãe de Israel”, Jz 5: 7.
Porque mãe?
Mãe tem amor sem limites, sem conseqüências, muitas vezes sem esperar retorno, ou melhor, sem ter retorno, mas ela investe no filho tudo o que ela pode, e às vezes até o que não pode, faz sacrifícios, porque aquele filho foi gerado por ela, quando se gera, se ama, se sacrifica!
Você tem sido mãe de sua nação? Ou do seu bairro? Ou da sua família?

CONCLUSÃO:
Tenha alvos definidos;
Monte estratégias, que Deus entra com o sobrenatural, ALELUIA!!!!
Mas o maior alvo que Deus quer da tua vida é:
AMOR POR VIDAS!
CONQUISTAS DE ALMAS!
Eu pergunto mais uma vez: Qual é o seu alvo?
Deus quer que você tenha muitos alvos, projetos, mais o primeiro tem que ser:
ALMAS, VIDAS, CÉLULAS...
O coração de Deus bate por ALMAS, VIDAS, CÉLULAS..., E o seu, o nosso, tem que bater no mesmo compasso que o Dele.
Débora confiou que Deus daria respaldo a sua ousadia, não retrocedeu, e foi vitoriosa.
Entre pro time das vitoriosas, saia da sua inércia, receba nessa hora ousadia do Senhor, abra o teu coração e deixe que Ele faça o sobrenatural acontecer na sua vida.
Você foi chamada para ser uma excelente dona de casa, esposa e mãe, mas Deus não tem só isso pra você, Ele tem muito mais, e é maravilhoso cumprir o projeto de Deus.

Pra Leila Cristiane de Camargo Silva.

segunda-feira, dezembro 26, 2005

CONQUISTANDO O TERRITÓRIO DA FÉ


TEXTO: Mt: 14:22-32

CONQUISTANDO O TERRITÓRIO DA FÉ.

Vocês sabiam que esse território sempre está em crescimento?
Como está o seu território no quesito fé?
Vamos ver algumas coisas que podemos fazer pra aprendermos a conquistar nosso território:

I – É preciso estar em uma situação onde a fé seja necessária. V.24
Muito de nós fugimos desse lugar, e queremos ter fé.
Orar por enfermos, expulsar demônios, resolver problemas, achamos que isso é coisa para nossos pastores, ou líderes discipuladores, podemos fazer tudo isso, porque não somos nós que fazemos, e sim o mesmo que está com nossos líderes, JESUS CRISTO, então não fuja mais do lugar aonde precisa de você usar e aumentar a tua fé busque esses lugares, veja essas situações, e faça a diferença.
No texto acima era necessário ver pela fé que um livramento iria acontecer, e que o barco não iria naufragar, e eles creram e logo surgiu Jesus e os salvou.
Uma coisa é certa, precisamos tirar lições e aprender com cada uma delas, viver as situações e entender que o milagre depende de Deus e acreditar nisso.

II – É preciso ousadia na oração. V 28.
Não adianta ser covarde nessa hora, é hora de aprendermos mais alguma coisa, sermos ousados. Nós patinamos com tantos problemas, em situações difíceis por que muitas vezes agimos como covardes, e Deus não nos deu espírito tímido, ou covarde, mas sim de forças e ousadia, (II Tim. 1:7, “Porque Deus não nos tem dado espírito de covardia, mas de poder, de amor e de moderação”). É crer que esse espírito de ousadia está sobre nós, e em nome de Jesus, podemos fazer as obras que Ele fez ou ainda maiores, como Ele mesmo disse.
É Deus quem faz, então podemos ser ousados na oração e crer que Ele pode fazer, muitas vezes fazemos uma oração tão simples, e esquecemos que Deus gosta de coisas complicadas, embora Ele aja nas simples também.
Quando Pedro pediu para ir até Jesus sobre as águas, Ele sabia que Jesus não o deixaria afundar, ele foi ousado em pedir! O que você precisa, seja ousado na sua oração!

III – É preciso ter ousadia nas atitudes. V.29.
Quando Pedro foi ousado em sair de um lugar aparentemente seguro para estar em um lugar onde certamente iria afundar, ele teve atitude de ousadia, e pode ver a segurança do Senhor.
Então nas atitudes ousadas, Jesus nos dá respostas ousadas, entendeu?
Como Deus nos deu espírito de ousadia, temos que responder à altura essa dádiva, e não esquecer que o Senhor nos respalda.
Quando Pedro foi ter com Jesus por sobre as águas, em um momentinho ele olhou pra circunstância, pra dificuldade, e deixou de crer, de acreditar que quem estava no comando era Jesus, e quando Jesus está no comando, nada sai errado, mas ele por um segundinho foi covarde, mas é extraordinário, que o homem e a mulher que tem esse espírito de ousadia por um instante pode titubear, mas logo em seguida, já age como ousados novamente. Pedro entendeu que ele estava afundando, mas pediu que Jesus o salvasse, e creu que isso iria acontecer.
Se não temos orações e atitudes ousadas, deixamos de aprender e de crescer na presença do Senhor.

Conclusão
Estar em um lugar aonde a fé seja necessária, fazer orações ousadas e ter atitudes ousadas, implica em dizer que precisamos estar comprometidos com o reino, dependendo do nível do nosso comprometimento com o reino, será o nível das nossas atitudes.
Deus quer nos ver cada dia mais comprometido com o seu reino, e nos ver cada momento conquistando esse território chamado fé, que muitas vezes achamos tão difícil, mas Ele quer nos provar que é possível ter a fé de Pedro, de Abrão e de tantos outros personagens bíblicos que pode perfeitamente nos ensinar a ter fé e ousadia.
Pra Leila